terça-feira, 9 de outubro de 2012

Prémio da União Europeia para a Literatura

O escritor e realizador de cinema de animação Afonso Cruz foi este ano o vencedor do Prémio da União Europeia para a Literatura. O anúncio foi feito hoje na Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha.

imagem retirada daqui
 
Afonso Cruz, nascido na Figueira da Foz, em 1971, foi um dos 27 galardoados com um prémio que reconhece os melhores novos ou emergentes autores.
De acordo com a editora Quetzal, o prémio é atribuído por conta do livro ‘A Boneca de Kokoschka’.
Na literatura, Afonso Cruz estreou-se com o romance ‘A Carne de Deus’, em 2008.
Editou em junho o romance ‘Jesus Cristo Bebia Cerveja’ e o segundo volume da ‘Enciclopédia da Estória Universal’, que reúne ficções curtas que remetem para obras e autores inventados.
Estas duas obras juntam-se a um percurso literário que inclui, por exemplo, ‘O Pintor Debaixo do Lava-loiças’, ‘A Boneca de Kokoschka’, ‘A Contradição Humana’ e ‘Os Livros que Devoraram o Meu Pai’, distinguido com o Prémio Literário Maria Rosa Colaço.
O primeiro volume da ‘Enciclopédia da Estória Universal’ valeu-lhe o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco.
O escritor é ainda um dos elementos da banda de blues The Soaked Lamb e ilustrador de vários títulos para a infância.
Este prémio literário é aberto aos 37 países que fazem parte do Programa Cultura da União Europeia (os 27 Estados-membros da UE e ainda Albânia, Bósnia-Herzegovina, Croácia, Islândia, Liechtenstein, Ex-República Jugoslava da Macedónia, Montenegro, Noruega, Sérvia e Turquia).
 
Fonte:
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário