segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Morreu Manuel António Pina

Morreu, sexta-feira à tarde, no Porto, o escritor e jornalista Manuel António Pina. Galardoado em 2011 com o Prémio Camões, o mais importante da Língua Portuguesa, tem uma vasta obra de poesia e literatura infantil, sendo também autor de inúmeras peças de teatro e de livros de ficção e de crónica.
Manuel António Pina, jornalista e escritor tinha 68 anos, nasceu no Sabugal, licenciou-se em Direito pela Universidade de Coimbra, vivia no Porto e foi jornalista do "Jornal de Notícias" durante três décadas, sendo reporter, redator, editor e chefe de Redação.

Foi galardoado em 2011 com o importante Prémio Camões, e a sua vasta obra é fundamentalmente constituída por poesia e literatura infantil, sendo também autor de inúmeras peças de teatro e de livros de ficção e de crónica. Algumas dessas obras foram adaptadas ao cinema e televisão e editadas também em disco.
 
Na área da literatura, destacam-se os livros:
 "O país das pessoas de pernas para o ar"
 "O têpluquê", "Gigões & anantes"
"História com reis, rainhas, bobos, bombeiros e galinhas"
"O tesouro"
 "Nenhum sítio"
"Um sítio onde pousar a cabeça"
"Cuidados intensivos"
"Nenhuma palavra, nenhuma lembrança"
"Os livros"
"Como se desenha uma casa"

Bibliografia completa
 

Sem comentários:

Publicar um comentário